Resenha do Livro: Não se Apega, Não.

naoseapega

” A partir do instante em que você está namorando, ou apenas ficando mais seriamente, e isso começa a te fazer mais mal do que bem, é hora de ir em frente. E eu sei que tomar essa atitude é difícil demais, você só consegue se lembrar das coisas boas e se segura firmemente a elas.”

Sem dúvidas um dos melhores livros que já li. Vi uma amiga minha lendo, a algum tempo atrás e quando perguntei a ela se o livro era realmente bom, só consegui um resposta: ” ele é maravilhoso.” Fui atrás então, né? Ganhei de presente de aniversário, porém só consegui comprá-lo nessa segunda semana de fevereiro, e depois de adquirido ele não saiu mais de perto de mim. O levei para todos os lugares, restaurantes, escola, cursinho, etc, pelo simples fato de não conseguir parar de lê-lo.

”O amor pode ser perigoso se ingerido em doses altas. E, quando acaba o estoque, pode ser fatal.”

O livro nada mais é do que a história de uma mulher, que compartilha todas as suas decepções, não só em relacionamentos como também em amizades, e sendo contada por ela mesma, você consegue se encaixar em todas as situações comentadas no livro. Isabela Freitas, a autora do livro, consegue demonstrar todos os seus sentimentos em apenas algumas frases, e esses tão estimados sentimentos são os mesmo que sentimos todos os dias e temos vergonha e/ou não conseguimos expressá-los adequadamente, mesmo querendo muito.

”Aquele que se esconde em detalhes, olhares e coisas pequenas. Aquele que escapole de nossas mãos como se evaporasse num piscar de olhos.Ele é a nossa busca infinita, objetivo e sonho. É o amor. Da forma mais pura que pode existir. Amor dado de coração e alma. Amor que não se pede de volta, amor que é entregue.” ” A hora perfeita do amor é não ter hora nenhuma.”

Indico esse livro a todos vocês: homens, mulheres, meninos, meninas, crianças etc. Juro que não consigo achar palavras para descrever um livro que consegue te tirar do mundo real tão fácil assim. Mais principalmente, indico esse livro para todas aquelas meninas que estejam passando por alguma separação difícil, e assim como eu não conseguiram superar forte ainda. Ele não é de auto ajuda, mais consegue fazer você pensar sobre assuntos que envolvem coração de uma forma que você nunca pensou antes.

”Porque solidão não é estar solteiro, é se sentir deslocado, mesmo acompanhado. Solidão é viver um amor que não existe mais. É se agarrar ao passado que já se evaporou.”

E assim, termino essa pequena resenha, e peço desculpas pela falta de palavras ao compartilhar esse livro com vocês, mais acreditem em mim: vocês precisam mesmo lê-lo.

”Aquele que consegue colocar o desapego em prática atinge um estado de paz interior e tem a consciência limpa de que deixou o passado onde ele deveria estar: no passado. E que o presente é sempre um presente. E que o futuro vai vir recheado de novidades e sensações novas. Não se apegar não é ser indiferente à vida. É ter o conhecimento de que o sofrimento chega, mas um dia deve partir. Não podemos dar abrigo ao sofrimento nem permitir que ele faça de nosso coração sua casa permanente. Não é certo. Superar é preciso. Levantar-se mais forte é essencial.”

Bisous, bisousssss, Analú.

Anúncios

I’m back, bitchessss

href=”https://magielumiere.files.wordpress.com/2015/02/back.jpg”>back

Isso mesmo galera: i’m baaaack! E dessa vez é por um bom tempo, rs. O que aconteceu de verdade é que: meu teclado havia estragado sabem? E assim eu não conseguia escrever e postar nada decente para vocês, então achei melhor esperar meu pai ter a boa vontade de comprar um pra mim hahahah e deu certo!
Bom, vamos começar contando como está o meu 2015: uma zona galera. Agora que estudo, trabalho e faço cursinho a noite, tenho que lidar com o terceirão da melhor forma possível né? Então por favor, nada de se assustarem se eu sumir no decorrer do mês, mas juro tentar fazer de tudo para que eu mantenha essa cantinho meu atualizado.

Amanhã venho com algo mais prontinho gente, hoje só foi para voltar mesmo! Bisous, Analú.